Terça-feira, 13 de Maio de 2008

Não te encostes à parreira

Não te encostes à parreira
Que a parreira larga pó
Encosta-te à minha beira
Sou solteiro e durmo só

[Refrão]
Ai, agora é que m’eu maneio
É que m’eu maneio
É que m’eu rebolo
Nos braços do meu amor
Ai, agora é que m’eu consolo


Eu venho dali debaixo
De regar o laranjal
Inda aqui trago uma folha
No laço do avental


Esta roda está parada
Por falta de mandador
Siga a roda p’ra diante
Quem manda é o meu amor

 

 

Espero que gostem e se tiverem esta música em MIDI, mp3, ou qualquer outro formato, p.f. enviem-mas. Se tiverem os acordes para a acompanhar, também agradeço que me enviem.
Obrigado

publicado por mariorui às 14:46

link do post | favorito
Comentar:
De
  (moderado)
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Este Blog tem comentários moderados

(moderado)
Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres



Copiar caracteres

 


.pesquisar

 

.posts recentes

. Actuação da Fogueira

. Festa do Senhor - Barcouç...

. XII Feira de Artesanato e...

. Actuação no Aldeia Bar - ...

. VII Encontro de gaiteiros...

. Aldeia típica de Matos/Ba...

. Gaita de foles - molhar a...

. Arruada em Olho Marinho e...

. Regras do Bebedor de Vinh...

. As 127 Regras para ser um...

.arquivos

. Fevereiro 2011

. Maio 2010

. Julho 2008

. Junho 2008

. Maio 2008

. Abril 2008

.tags

. todas as tags

.links

.subscrever feeds